Seguidores

terça-feira, 19 de junho de 2012

CORAÇÃO INQUIETO

                                                                         
                                                                                 





Venha cá, meu coração.
Arrasta a cadeira e assenta
Com as orelhas bem atentas
Para o que vou lhe falar!
Primeiro quero dizer:
A conversa são de matutos;
Se, matutos nós nascemos;
Matutos a vida inteira,
Matutos, até morrer!

Não me ensinou um dia
Que amor só existe um?
Que não haveria perigo...
Ao longo das nossas vidas
Que aparecesse mais um?
Coração enganador!
Mentiroso! Safadinho...
Pode te virar sozinho,
Que faço agora com a dor?

Saiba que sou teimosa!
Turrona, bravamente lutadora!
E vou brigar com você,
E serei a vencedora!
Nem que for pra te arrancar
Joga- lo fora no lixo,
Mesmo sendo um desperdício,
Você, eu não irei buscar...
Não quero no lixo morar!

Deve ser fase da idade,
Sai tudo do seu lugar!
Cabelos mudam a cor,
Chega o tempo do “condor”
Começa tudo mudar...
Mas você coração, não permito
Que faças isso comigo,
Se isso é um castigo...
Só “você” irá pagar!

E esse outro “sentimento”
Estranho pecaminoso...
Lá fora ele vai ficar
E vou te jogar também!
Trate de endireitar...
Vai passando uma borracha
Pra isso tudo apagar...
E aquiete-se menino!
Vamos com isso parar?


12 comentários:

  1. tem cada coração desobediente nesse mundo.....rsrs adorei os versos! beijos

    ResponderExcluir
  2. Lindos versos, mas que coração teimoso 'eim'?
    um beijo em seu coração suave.

    ResponderExcluir
  3. Olá!Boa noite!
    ...poesias não podem ser interpretadas, pois insurge na experiência de quem as escreveu, mas como estamos nos divertindo com as palavras, eu penso que o coração não esta sendo teimoso, e sim, a dona dele...uma teimosia criativa e sensível, com a convicção de querer estar certo para diminuir a sufocação e não confiar no que ACONTECE no coração...
    Obrigado pelo carinho de sempre!
    Boa sexta feira!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá!Boa noite!
    Tudo bem?
    ..ah...já comentei acima...((estou perdididnho, rsrs)))
    então...Obrigado pelo carinho de sempre!
    Bom domingo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Ah, esse coração! Bom demais, Ivany! Beijos querida

    ResponderExcluir
  6. Vou colocar minha visão bem particular sobre "Coração".
    Alguém, algum disse que "...coração é terra que ninguém pisa e, as vezes nem nós mesmo."
    Beijinhos de jasmim.
    Lua

    ResponderExcluir
  7. Sua criatividade sempre me surpreende.

    ResponderExcluir
  8. É, a gente precisa mandar o coração sentar e ouvir... rs.
    Gostei. Vou tirar o meu tempo pra este tempo precioso.
    abraço
    Lola

    ResponderExcluir
  9. Muito bom!parabéns garota.
    abçs

    ResponderExcluir
  10. Ah, coração que eu não aguento.
    É mesmo um desespero as peças que ele cria.
    Bela construção/inspiração Van.
    Meu abraço de paz e luz.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  11. Oi Ivany, dê bons modos a esse coração... (risos). Parabéns pelos netos, são lindos. Abraços do Bicho do Mato.

    ResponderExcluir
  12. Oi Ivany. Corações desobedientes, não sentem o que devem, e muitas vezes levam-nos a fazer o que não queremos. :)
    Gostei da sua inspiração, como sempre.
    Ivany, tenho um novo cantinho para os meus escritos, sou a mãe da Cris, lembra? Vou adorar a sua vizita.
    Beijo carinhoso.
    http://falandocomosmeusbotoes.blogspot.com

    ResponderExcluir

MEU CARINHO À TODOS! OBRIGADA!