Seguidores

terça-feira, 29 de maio de 2012

CRIANÇA MATUTINHA





Rompe então a madrugada...
Como um encanto! Uma magia!
Quando tudo se renova...
Começando novo dia!

Ao meu prazer eu me entrego!
Vendo o dia clarear
Os pássaros engaiolados
Já começam gorjear!

Sinto o perfume das flores!
Das frutas que estão a florar
Algazarra das crianças
Que já começam brincar!

Aqui o relógio, amigos...
Nem tenta escravizar...
A ele nada devemos...
Só devemos trabalhar!

O contato com a natureza...
Não tem como explicar!
Só quem vive é quem sente
Esta magia no ar!

Quando amanhece chovendo...
A criançada se alegra...
Vão pra lama logo cedo...
E lá na lama se entregam!

Das águas que vão brotando...
No barranco a escorrer...
Com talinhos de mamona...
Fazem biquinhas pra ver...

Qual biquinha é a maior...
Quem primeiro enche o litro...
E o primeiro que encher...
De longe se ouve os gritos!

Já não se vê o rostinho...
Tal a quantidade de lama!
Quando a mãe vê aquilo...
Esbravejando reclama:

--Parem com isso meninos!
Essa roupa não vai limpar...
Mergulhem já, no barril...
Está na hora de almoçar!

A comida está quentinha!
E o seu pai já vai chegar...
Lavem bem essas mãozinhas...
E as roupinhas vão mudar!

No fogãozinho à lenha...
Entupido de panelas
Carninha de porco no tacho...
Mandioca, torresminho, misturada na gamela!

Uma bacia de alface
E suco de frutas, na jarra!
Vamos, filhos, comam tudo...
Se não, não voltam pra farra!

Esse cordel não tem fim!
Mas, por aqui, vou parar!
Se não, vou me empolgando...
E tem mais fatos pra contar!

A criança matutinha
É mesmo encantadora!
Educadinha!...Amiguinha!...
Ama a sua professora!









12 comentários:

  1. Ai que saudades deu da minha infância e das crianças que passaram por mim paa eu alfabetizar, que saudade que deu, mas eita saudade boa de sentir...obrigada amiga por essa saudade...beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Paz do Senhor, muito boa essa postagem, Que o nosso Deus possa continuar lhe usando como instrumento de propagação de sua palavra a todos aqueles que estão sedentos e cansados. Desejo uma ótima semana e deixo a mensagem do livro de Nm 6 vs 24,25,26- O Senhor ti abençoe e ti guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o Senhor sobre ti levante o seu rosto e ti dê a paz.
    Abraço fraternal.
    Pr. Ivan Pereira.

    ResponderExcluir
  3. Olá Van
    É bom demais ser criança....e Parabéns, seus netos são lindos, a Eloisa já faz pose de modelo! rs
    Beijos da Sol

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde! A Criança Matutinha fala das crianças que viviam nos tempos em que crianças sabiam ser felizes! Amei ler.

    ResponderExcluir
  5. Olá!Boa tarde!
    Tudo bem?
    Lendo seu escrito...lembrei das festas juninas, onde temos as crianças matutinha com vestidos de chita, trancinhas no cabelo e o rosto com pintinhas, rsrs...e felizes!Gostoso de se ler e lembrar!
    ...ah..obrigado pelas palavras carinhosas em meu blog, viu!??
    Boa quinta! Muita paz e luz!
    Beijos com carinho!

    ResponderExcluir
  6. Linda inspiração amiga,viajei nesta,sou desta crianças que viveu de frente para toda natureza e sei deste tempo de feliz idade.Hoje apenas nas poesias soltamos esta lembrança.Claro que falamos de interior onde as brincadeiras e o viver eram bem diferente das cidades grandes.
    Lindo demais.
    Um carinhoso abraço Ivany.

    ResponderExcluir
  7. Um sótão cheio de lembranças
    Escrevi no pó palavras sem nexo
    Retirei uma cartola de uma caixa de cartão
    E senti ao toque o poder da ilusão

    Ilusões…
    Um cavalo de pau perdido ao carrocel
    Uma estola de um bicho qualquer
    Uma escultura talhada a cisel

    Uma foto a preto e branco
    De uma mulher sem rosto
    Uma janela virada para nenhum lado
    Uma traquitana a imitar o sol-posto

    Bom fim de semana

    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi Van
    Que cordel maravilhoso. Mergulhei nesta leitura e me teletransportei para a infância. Tempos bons aqueles onde brincávamos livres e felizes correndo pelos campos tendo por companhia o gostoso vento que emaranhava nossos cabelos. Lindo demais... Gostoso... me fez muito feliz.
    Um ótimo final de semana
    Beijinhos com carinho
    Gracita

    ResponderExcluir
  9. .


    Gostei muito de te ver
    entre os meus outros a-
    migos.

    Um beijo,

    Palhaço Poeta





    .

    ResponderExcluir
  10. Olá!Bom dia!
    Tudo bem?
    ..ah..já comentei acima...então: bom final de semana! Muita paz e luz!
    Beijos com carinho!

    ResponderExcluir
  11. Ivany, obrigado pelo comentário. Que legal essa sua interatividade com as coisas da terra.A terra é uma das minhas paixões. Pretendo retornar para meu recanto nas monntanhas de Minas.

    Nós que nascemos na terra jamais esquecemos nossas raizes. Lindo seu poema, bem coisas do dia a dia de quem vive na roça mesmo. Parabéns!!
    Se puder dê uma passadinha no Serras de Minas, tem algumas coisas lá bem caipira mesmo.

    Bj

    ResponderExcluir
  12. Que maravilha esse tempo onde as crianças eram muito mais felizes. Parabéns, Ivany! Beijos querida

    ResponderExcluir

MEU CARINHO À TODOS! OBRIGADA!